CIDADE NA LUA É CRIAÇÃO DA LAUSAC

Uma cidade coberta de ouro na lua que guarda o conhecimento capaz de ajudar a solucionar a crise de recursos do ser humano. A morada do elixir nos últimos estágios da jornada do herói. A planta baixa desse endereço selenita, possui o formato inspirado no casco da tartaruga, primeiro calendário lunar que se tem notícia e que foi utilizado pelos índios Pokanoket Wampanoag. Com vinte oito gomos externos representando os dias entre as luas novas e treze gomos internos representando as luas do ano. Seu contorno foi estruturado dentro de um heptágono (polígono de sete lados) e boa parte da estrutura arquitetônica baseada na estética marroquina, faz referência a estrela de sete pontas que simboliza a harmonia do mundo, as sete cores do arco-íris, as sete zonas planetárias, permeando em grande parte, sua simbologia com o número 7.  Dessa forma, a estrela de sete pontas ou heptagrama, para os cristãos simboliza os sete dias da criação do mundo, enquanto que para os budistas simboliza os sete degraus para a evolução ou iluminação. Vale lembrar que para os pagãos, essa estrela representa um símbolo mágico.

Print

Esse é o cenário narrativo para o projeto Apolares, a cidade virtual da Apolar Imóveis, lançada em janeiro de 2016, apenas para o público interno da rede. O objetivo dessa ação é tornar a experiência no portal da Apolar Imóveis mais fluida, lúdica e rica, apostando em recursos de linguagem visual e direção de arte para transmitir a narrativa de marca da rede. Vale lembrar que o nome Apolar foi escolhido em homenagem ao projeto Apollo que colocou o homem na lua pela primeira vez em 20 de julho de 1969. Entre a concepção e produção a LAUSAC trabalhou por dois anos junto com a diretoria da Apolar Imóveis para incorporar esse lançamento.

Anúncios

LAUSAC cria para LODY

Lody quer dizer sorvete em Polonês. A LAUSAC se inspirou na estética das Pêssankas – ou Pysanka que é derivado do verbo pysaty (escrever) e simboliza a vida, a saúde e a prosperidade – para criar o logotipo e as embalagens do novo sorvete com denominação de origem controlada (DOC). Utilizando símbolos que na cultura polonesa representam longa vida, eternidade e proteção, a proposta se mostra elegante e ao mesmo tempo naif, pela apropriação das cores e estética simbolista das pêssankas. Vale lembrar que as pêssankas são consideradas talismãs, uma boa aposta para um produto que nasce para a sorte do paladar do consumidor exigente.

LAUSAC cria para Apolar

Feirão Digital Apolar apresenta imóveis com desconto real

Seguindo a linha de comunicação inciada em 2012 e desenvolvida pela equipe de marketing e agências que atendem a Apolar e com curadoria de conteúdo de Cassiano Pires, a LAUSAC planejou e crioujunto com a house do departamento de vendas da Apolar (Ricardo jacques) a campanha da mais nova ferramenta de vendas da rede, o Feirão Digital Apolar que conta com 4 vídeos e anúncios para jornal. Os vídeos contaram com a produção da Onnion Multimídia com supervisão da BDDB capitaneada pelo Sr. Thiago Berardi. Lançado em dezembro de 2012, o Feirão Digital Apolar conta com imóveis com descontos e preços atrativos, abaixo do valor de mercado. No hotsite, que está dentro do Portal da empresa, o cliente pode visualizar os imóveis que oferecem desconto e imprimir um cupom, que deve ser apresentado em uma das lojas Apolar no ato da compra. A Apolar está autorizando a promoção de descontos em toda sua carteira de mais de 3500 imóveis, sendo necessário para isso apenas o ok do proprietário em participar do Feirão e a porcentagem de desconto que deseja oferecer. O Feirão Digital pode ser acessado do portal http://www.apolar.com.br.

LAUSAC cria para Apolar

Anúncios criados para ilustrar a USP “Pensou imóveis, pensou Apolar”. A LAUSAC produziu imagens que buscam mostrar, através de fotos de interiores, exteriores e recursos gráficos compondo uma simulação de pensamento, que não importa o seu estilo de vida e tampouco o tipo de imóvel que combina com ele , na Apolar você encontra.

– CLIENTE: APOLAR IMÓVEIS
– AGÊNCIA: LAUSAC
– Atendimento: Fabiano Silveira
– Diretor de Criação: Cassiano Pires
– Direção de Arte: Cassiano Pires
– Redação: Cassiano Pires
– Fotografia: Canstock (banco de imagens)
– Aprovação cliente: Jean Galiano

LAUSAC cria para restaurante Amoreira

Localizado no alto das Mercês, com vista para a Torre panorâmica de Curitiba, o restaurante Amoreira é o mais novo canto aconchegante da cidade. Estacionamento próprio, ambiente arejado, quintal com horta e a sombra de uma Amoreira, dão o toque de acolhimento que o local oferece, não fosse suficiente, o restaurante aposta num menu simples mas com tempero de comida caseira, comida da vovó como um dos sócios Rogério Maiczuk gosta de frisar. Ele conta que teve um insight após percorrer como peregrino o caminho de Santiago na Espanha em 2014. Durante o percurso teve a oportunidade de fazer as refeições em verdadeiras casas de família, aonde a comida da abuela (vó em espanhol) era sempre presente e decidiu trazer essa experiência para o seu mais novo projeto gastronômico. A LAUSAC como sempre ouviu com atenção e traduziu graficamente essa narrativa em linhas suaves como carinho de vó, o fundo mais rebuscado representando a árvore da amora, procura transmitir a complexidade dos sabores desses pratos, que apesar da aparente frugalidade nos remetem a ternas lembranças de tempos idos.

Vídeo explica em 2 minutos o que é branding

O designer David Brier resolveu responder a uma daquelas questões que muita gente acha complicada, exatamente por ter um monte de variáveis de acordo com os pontos de vista de quem a responde. Afinal, o que é branding?

Produzido em parceria com o motion designer Saar Oz, What is Branding vai além dos elementos tradicionais que ajudam a criar uma marca para refletir sobre o que torna uma marca algo grande: aquela habilidade especial de olhar para um universo de pessoas e traduzir isso de uma maneira visual e escrita.

Vale o play.

Abaixo uma tradução mais ou menos livre ( com a ajuda do Google tradutor) do áudio:

O que é branding?

Como criadores, pensamos que é sobre nós, nosso brilhante talento, nossas habilidades que foi aperfeiçoada ao longo dos anos – todas essas coisas mágicas: cor, espaço, forma, a tensão, a harmonia, a tipografia, beleza, simplicidade.

Então, por que algumas marcas se tornam grandes marcas?

Marcas que desenvolvem:

• conexão,

• ressonância

• e se espalham como fogo …

É porque aproveitamos nossa capacidade de ver.

Não como nós mesmos, mas como o outro.

Para ver detalhes minuciosos e tendências que outros não vêem.

Não apenas na tela do computador. Ou em livros. Ou nas galerias.

Mas – e por meio – dos olhos, corações e mentes das pessoas.

Os gênios têm essa habilidade especial de olhar para o universo das pessoas e traduzir isso para o universo das comunicações visuais e escritas, transformar essas observações que todos sentimos em algo que cada um pode ver de forma tangível. E entender.

Essa é a magia.

Essa é a faísca.

Isso é o gênio … que capta nossos interesses. E nos faz continuar.

Para algo maior.

Para algo impossível anteriormente.

Para algo que ninguém nunca pensou antes.

Essa é a magia de branding.

Extraído do B9