CAIXA LAUSAC PORTRAIT – PRINCE

DSC_0419

Anúncios

Vídeo explica em 2 minutos o que é branding

O designer David Brier resolveu responder a uma daquelas questões que muita gente acha complicada, exatamente por ter um monte de variáveis de acordo com os pontos de vista de quem a responde. Afinal, o que é branding?

Produzido em parceria com o motion designer Saar Oz, What is Branding vai além dos elementos tradicionais que ajudam a criar uma marca para refletir sobre o que torna uma marca algo grande: aquela habilidade especial de olhar para um universo de pessoas e traduzir isso de uma maneira visual e escrita.

Vale o play.

Abaixo uma tradução mais ou menos livre ( com a ajuda do Google tradutor) do áudio:

O que é branding?

Como criadores, pensamos que é sobre nós, nosso brilhante talento, nossas habilidades que foi aperfeiçoada ao longo dos anos – todas essas coisas mágicas: cor, espaço, forma, a tensão, a harmonia, a tipografia, beleza, simplicidade.

Então, por que algumas marcas se tornam grandes marcas?

Marcas que desenvolvem:

• conexão,

• ressonância

• e se espalham como fogo …

É porque aproveitamos nossa capacidade de ver.

Não como nós mesmos, mas como o outro.

Para ver detalhes minuciosos e tendências que outros não vêem.

Não apenas na tela do computador. Ou em livros. Ou nas galerias.

Mas – e por meio – dos olhos, corações e mentes das pessoas.

Os gênios têm essa habilidade especial de olhar para o universo das pessoas e traduzir isso para o universo das comunicações visuais e escritas, transformar essas observações que todos sentimos em algo que cada um pode ver de forma tangível. E entender.

Essa é a magia.

Essa é a faísca.

Isso é o gênio … que capta nossos interesses. E nos faz continuar.

Para algo maior.

Para algo impossível anteriormente.

Para algo que ninguém nunca pensou antes.

Essa é a magia de branding.

Extraído do B9

Energia limpa

Theo Jansen é um artista plástico alemão com formação acadêmica em física, criador do que ele chama de “Esculturas Cinéticas”, no qual a natureza e a tecnologia se encontram. Essencialmente, estas esculturas robôs são movidas apenas pelo vento e fabricadas com tubos de conduíte usados na construção civil. Ele proclama ainda, que 6.000 anos depois da criação da roda, suas esculturas representam a reinvenção de uma das maiores revoluções tecnológicas da história da humanidade. Vale a pena conferir o seu site (http://www.strandbeest.com/) e seus vídeos no youtube, não é a toa que estão chamando o cara de o novo Leonardo Da Vinci.